31124

A EDUCAÇÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA PARA O MERCADO DE TRABALHO

Favorite this paper

Discutir a formação para o trabalho de alunos com deficiência auditiva inclusos em escolas de Ensino Médio em São Luís – MA, constitui-se o objeto de estudo da pesquisa de iniciação cientifica realizada no PIBIC-UEMA.
Partiu-se das questões de que maneira a escola de Ensino Médio tem contribuído para a concretização do Art. 22, Capítulo II, da LDBEN 9394/96 no requisito do fornecimento de meios para progressão no trabalho e estudos posteriores dos alunos com deficiência auditiva nela incluída e quais procedimentos a escola de Ensino Médio adota para inserir, em seu currículo, a preparação para o trabalho de seus alunos e, em especial, daqueles que possuem deficiência auditiva para o trabalho.
A perspectiva teórica utilizada é a abordagem histórico-crítica. Busca-se os fundamentos teóricos para discutir a temática os estudos de Saviani (2003), Freire (1996), Libâneo (2006), Althusser(1974), Aroucha (2012), Durkheim(1978), Dewey(1975), Bourdieu e Passeron(2008), Ribeiro (2003). Como procedimento metodológico utiliza-se a pesquisa bibliográfica e documental e a de campo. Gestores, professores, e alunos com deficiência auditiva constituem-se os principais sujeitos envolvidos na pesquisa. Conclui-se, inicialmente, que há alunos com deficiência auditiva inclusos em escolas do Ensino Médio.