28445

A CRIANÇA COM SÍNDROME DO X FRÁGIL NA ESCOLA COMUM

Favorite this paper

Entendendo que os sujeitos com ou sem deficiência são seres sóciohistóricos e culturais que produzem história e cultura e que a Síndrome do X Frágil é uma síndrome genética ligada ao braço longo do cromossomo X e é a causa mais comum de deficiência cognitiva, neste texto discutimos aspectos concernentes à inclusão escolar de uma criança com tal síndrome a partir de um estudo de caso de uma criança em processo de inclusão na escola comum. Para tanto traz a caracterização geral da síndrome, um pouco do seu histórico e aspectos fenotípicos.
Além disso, apresenta o panorama dos estudos desenvolvidos no Brasil com foco na síndrome. Por fim, O estudo possibilitou considerar que a escola ainda desconhece o que seja a síndrome do X-Frágil. Além disso, parece que há uma desconsideração desse sujeito como ser que produz conhecimento.