29186

A CONSTITUIÇÃO DE GRUPOS AUTORREFLEXIVOS COM GESTORES PÚBLICOS DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

Favorite this paper

Este artigo tem por objetivo analisar o processo de constituição de grupos autorreflexivos como uma possibilidade de construção de processos de formação continuada de gestores públicos de Educação Especial. É parte integrante da pesquisa-formação “Processos de Formação Continuada de Profissionais Desencadeados pela Gestão de Educação Especial: a região sul do Estado do Espírito Santo”.
Procura-se entender como os gestores que participam da pesquisa-formação se veem em tal processo e que conceitos e concepções de formação continuada eles construíram ao longo do processo. Como perspectiva teórico-metodológica, assume os pressupostos da pesquisaação colaborativo-crítica e da teria do agir comunicativo de Habermas. Foram analisados questionários de avaliação aplicados no terceiro encontro do grupo, bem como, os discursos dos gestores promovidos por meio do grupo focal realizado no quinto encontro quando se realizou uma avaliação de todo o processo de pesquisa.
Foi possível perceber que, enquanto grupo, os gestores criaram um sentimento coletivo de “querer fazer”, demonstrando-se instigados a implementar ações de formação ou mesmo construir coletivamente uma política de formação nos municípios em que atuam. Além disso, os gestores entendem a necessidade de maior embasamento teórico para suas ações de formação continuada e desejam mudar a metodologia das formações que, segundo eles, costumam ser oferecidas.