Favorite this paper

Considerando a necessidade de informações sobre a variação dos elementos anatômicos para o gênero Eucalyptus, o objetivo desse estudo foi verificar se há variação morfológica no sentido radial da espécie de Eucalyptus badjensis dos elementos anatômicos do lenho, visando a identificação no sentindo medula- casca. Foram utilizados para esse estudo 6 árvores com 6 anos de idade, fornecidas pela empresa Klabin S.A. Após o corte, as árvores foram seccionadas em toras de 1,0 m. Das toras foram retirados discos com 5 cm de espessura na posição do DAP. Posteriormente, foram obtidos corpos-de-prova de 1 cm³ nas regiões próximas a medula, intermediária e casca, de onde foi extraído material para a dissociação dos elementos celulares. Foram mensurados o comprimento das fibras, o comprimento dos elementos de vaso, os diâmetros total e do lúmen das fibras e espessura da parede das fibras. Uma ANOVA foi utilizada para comparar as médias nas as três posições radiais. O comprimento dos elementos de vaso e o comprimento das fibras foram menores próximo da região medula, e maiores na região da casca. A espessura da parede das fibras aumentou em direção à a casca. Para o diâmetro total e diâmetro do lúmen da fibra foram observados menores valores na medula e não houve variação entre as regiões casca e intermediário. De acordo com os resultados, foi observado que houve diferença no sentido radial, sendo menores os valores das variáveis sempre próximos à medula, o que pode indicar que corresponde somente o lenho juvenil da madeira.