Favorite this paper

A madeira é uma matéria-prima importante e utilizada em diversos setores da atividade humana, podendo ser aplicada nas mais variadas situações devido as suas propriedades e características quase insubstituíveis, que as levam ser utilizadas para a confecção de móveis, produtos obtidos a partir da celulose, carvão, lenha, construção civil, entre outros. O uso do gênero Eucalyptus para suprir a demanda de madeira está relacionado às vantagens que este oferece, além do rápido crescimento, possui uma grande diversidade de espécies, sendo possível seu uso para varias finalidades. No Brasil, o eucalipto é uma das melhores opções de mercado, contudo, a classificação do gênero é relativamente complexa, visto que muitas espécies desse gênero apresentam características anatómicas e morfológicas muito parecidas, trazendo muitas vezes dúvidas sobre sua origem botânica. A Ressonância Magnética Nuclear de Carbono 13 (RMN ¹³C), tem sido testada como uma nova ferramenta para contribuir na identificação de madeira, devido ao fato de permitir elucidar as estruturas moleculares de varias substâncias. Este trabalho teve como objetivo propor a identificação da espécie Eucalyptus pellita através da técnica de RMN ¹³C utilizando as variações espectrais dos extratos cicloexânicos. Com os resultados obtidos, foi possível traçar um perfil de sinais de deslocamento químico específico para a espécie Eucalyptus pellita.