Favorite this paper

O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito do tratamento térmico sobre a estabilidade dimensional de painéis aglomerados produzidos com maravalhas de Eucaliptus grandis. Foram utilizados painéis com densidade nominal de 0,8 g.cm-3, que foram submetidos à três temperaturas diferentes de tratamento térmico: 180, 200 e 220°C, sendo o tratamento 1 a testemunha (20°C), constituindo o delineamento experimental. Foram avaliadas as propriedades de absorção de água (AA), inchamento em espessura (IE), ambas após 2 e 24 horas, densidade aparente determinada (DAd), perda de massa (PM) e taxa de não retorno em espessura (TNR). O tratamento térmico não influenciou na propriedade AA(2h) e AA(24h), sendo os valores médios de 25,84% e 59,44% respectivamente. O aumento de temperatura provocou perda de massa e reduz a densidade dos painéis tratados, quando comparados ao painel testemunha. O tratamento térmico reduziu o IE(2h) de 10,04% (testemunha) para 3,40% (220°C) e IE(24h) de 19,43% (testemunha) para 10,91% (220°C), e diminuiu a taxa de não retorno em espessura dos painéis quando comparado aos painéis não tratados. No geral, o tratamento térmico contribuiu para o aumento da estabilidade dos painéis aglomerados.