61411
Favorite this paper

Este trabalho teve por objetivo verificar a solubilidade da biomassa das fibras do mesocarpo da espécie Cocos nucifera L., frente a diferentes concentrações de hidróxido de sódio. Esta metodologia atende o pressuposto que a fibra do coco pode ser utilizada para a produção de bioetanol ou de outros produtos sustentáveis. Da casca foi selecionada a fibra e descartado o tecido parenquimatoso. O material fibroso foi moído, separado por diferença de densidade em água, seco e em seguida, extraído com ciclo hexano, acetato de etila, metanol e água destilada. Foram testadas as soluções de NaOH a 1%, 2%, 3%, 4% e 5%. Após estes procedimentos foi realizado o teste de lignina de Klason. Foi aplicado a Análise de Variância e o Teste de Tuckey nos resultados referentes ao peso antes e após os tratamentos alcalinos, que foi observada diferença significativa entre si, exceto os de 4 e 5%. Os resultados apresentaram uma diminuição gradativa referente à lignina de Klason conforme o aumento da concentração de NaOH na solução, exceto nas amostras com concentração a 1%, onde a degradação se pronunciou de forma mais intensa.