61397

RESISTÊNCIA AO CISALHAMENTO DA MADEIRA TRATADA TERMICAMENTE

Favorite this paper

Madeiras de Corymbia citriodora, Khaya ivorensis e Pinus caribeae var.
caribeae foram submetidas à ação do calor num processo denominado de “tratamento termico”, conduzido em estufa elétrica laboratorial, com temperaturas de 160°, 180° e 200°C e não tratada, sendo elas em planos radiais e tangenciais. Foram estudadas as alterações que o tratamento térmico proporcionou às características da madeira, em relação a resistência ao cisalhamento. Os resultados indicaram que a madeira de citriodora reduziu significativamente os valores de resistência ao cisalhamento ao entrar em contato com altas temperaturas, a madeira de mogno foi reduzindo sua resistência gradualmente conforme o aumento da temperatura, e o pinus se manteve constante, sendo todas elas mais afetadas no plano radial que no tangencial. Concluindo que o processo de cisalhamento depende tanto da temperatura quando da espécie estudada.