61098

PROPRIEDADES DA MADEIRA DE Sterculia apetala E SUA QUALIDADE PARA NIDIFICAÇÃO DA ARARA-AZUL NA AMAZÔNIA

Favorite this paper

A espécie Sterculia apetala se distribui geograficamente pelo México, na América Central, no Caribe e na América do Sul, apresentando entre 24-30 m de altura e densidade de 0,4 g.cm-³, adequada para a nidificação de aves da espécie Anodorhynchus hyacinthinus. A pesquisa busca determinar as propriedades físicas e anatômicas da madeira juvenil e adulta de S. apetala para entender suas características que favorecem a construção de ninhos por espécies de aves que nidificam em seus troncos. Para o estudo, retirou-se dois discos a 1,30 m do solo de árvores de S. apetala, localizadas em Parauapebas-PA, obteve-se pranchão central, do qual foram confeccionados corpos-de-prova a cada 1,0 cm para os parâmetros anatômicos e físicas, e efetuou-se a contagem dos anéis de crescimento. As características anatômicas correspondem à literatura, observou-se a formação de madeira adulta a partir de 13 cm da medula. Os valores referentes à fração parede das fibras, diâmetro dos vasos, largura dos raios e densidade básica foram estatisticamente maiores na madeira adulta que na juvenil, indicando melhores características de resistência, isolante térmico e conforto para as aves. As árvores de S. apetala da região estudada tendem a atingir diâmetros de estabelecimento de ninhos em seus troncos em idades inferiores a indivíduos do Pantanal, indicando maior disponibilidade para ninhos. Os resultados indicam que a preferência de S. apetala para a nidificação de aves pode estar relacionada a algumas propriedades anatômicas e físicas da madeira adulta, assim sugere-se o aprofundamento deste estudo com maior cunho ecológico e de conservação da espécie.