61357

INFLUÊNCIA DA POSIÇÃO RADIAL E DA UMIDADE EM PROPRIEDADES FÍSICAS DA MADEIRA DE Pinus caribaea

Favorite this paper

A madeira é um material heterogêneo que apresenta diferentes propriedades ao longo da sua posição longitudinal e radial, sendo necessário conhecer essas diferenças para melhorar as condições de uso da madeira. Este trabalho objetivou verificar a influência da posição radial no sentido medula-casca e da umidade em propriedades físicas da madeira de Pinus caribaea var. caribaea. Para tal, foram utilizadas peças predominantemente radiais de Pinus caribaea var. caribaea, com 45 anos, a partir das quais foram confeccionados corpos de prova com dimensões de 2,2 x 2,2 x 6,0 cm. No total, foram utilizados 48 corpos de prova representando cinco diferentes posições radiais, entre cerne e alburno. Os corpos de prova foram expostos a diferentes condições de umidade e temperatura, nas quais foram obtidos os teores de umidade, densidade aparente e variação volumétrica, segundo as recomendações da Norma Brasileira ABNT 7190 (1997). A densidade básica encontrada para a espécie foi de 434 kg/m³. Em relação à proximidade da casca e a umidade, ambas resultaram em aumento das densidades em geral. A variação volumétrica total foi de 11,94% e o coeficiente de anisotropia foi 1,57. A variação volumétrica não apresentou padrão definido em relação à posição radial, no entanto, apresentou diminuição conforme o teor de umidade diminuía. Pode-se afirmar que a posição no sentido medula-casca e a umidade influenciam nas propriedades de densidade e variação volumétrica da madeira de Pinus caribaea var. caribaea. Além disso, foi possível observar que a madeira de alburno apresenta maior estabilidade dimensional.