Favorite this paper

O estudo teve por objetivo analisar a higroscopicidade do carvão vegetal produzido sob quatro diferentes temperaturas finais de carbonização. Para avaliação da higroscopicidade as amostras de carvão vegetal foram acondicionadas em ambientes com temperatura e umidade relativa controladas, utilizando-se de soluções salinas saturadas. Os rendimentos de produtos da carbonização e as características do carvão vegetal foram fortemente influenciados pelas temperaturas finais de carbonização. O carvão vegetal produzido sob a temperatura final de 750 ºC apresentou a maior capacidade de adsorção de água, indicada pelo teor de umidade após o acondicionamento. Detectou-se comportamentos distintos da higroscopicidade nos dois ambientes avaliados, com correlação entre a porosidade e umidade adsorvida.