Favorite this paper

O presente trabalho refere-se à Implantação de um Sistema de Gerenciamento de Resíduos Madeireiros originados a partir do processamento primário, secundário e de acabamento em peças e amostras de madeiras (nativas e exóticas) no Laboratório de Processamento de Madeira (LPM) do Departamento de Produtos Florestais, do Instituto de Florestas da UFRRJ. Os resíduos são gerados em virtude dos diferentes trabalhos científicos executados por alunos da graduação e pós-graduação. Os resíduos de madeira são considerados resíduos sólidos, passíveis de aproveitamento e/ou reciclagem. De forma investigativa e com aspectos relacionados à pesquisa e desenvolvimento, o propósito do trabalho vem de encontro às mais atuais concepções da atualização racional dos recursos florestais madeireiros, onde a madeira é processada e utilizada com técnicas de minimização dos resíduos gerados, melhor aproveitamento das toras, maiores eficiências e rendimentos dos processos de transformação. Os resíduos foram identificados, classificados e quantificados para posteriormente serem estocados de maneira adequada, de modo que não ocorra nenhum tipo de perda em sua qualidade. Assim, foram feitas parcerias internas e externas no Campus da UFRRJ, de forma a viabilizar o uso racional desses resíduos, observando-se que, através deles, pode-se obter camas para animais, substratos para vegetais, além de seu uso em fornos à lenha.