64049

ESTUDO DAS CONDIÇÕES DE PIROLISE PARA PRODUÇÃO DE BIOCHAR A PARTIR DE PALHA DE CANA-DE-AÇÚCAR.

Favorite this paper

: Este trabalho propôs um estudo sobre condições de pirólise. Com um tempo fixo de permanência na mufla buscou-se a menor temperatura de pirólise, para obter maior rendimento gravimétrico e teor de carbono fixo na produção de biochar. O teor de carbono fixo torna o material mais estável. A biomassa selecionada para a produção do biochar foi a palha de cana-de-açúcar, que é um resíduo abundante nas plantações de cana-de-açúcar. A pirólise lenta foi a técnica aplicada a esse material. E foram realizados quatro tratamentos com temperaturas diferentes e tempos iguais de permanência do material na mufla. Por meio de análise imediata a palha de cana-de-açúcar mostrou ter um ótimo potencial para biochar. Para verificar em qual dos tratamentos o equilíbrio entre teores de carbono fixo e rendimento gravimétrico tem melhor resultado, foi plotado um gráfico. Pode-se concluir que o tratamento considerado ideal dentro das condições de produção desenvolvida nesta pesquisa foi a temperatura próxima a 245°C.