Favorite this paper

O conhecimento das características anatômicas e das propriedades da madeira é imprescindível para se fazer um uso de forma racional desta matéria prima. Neste contexto, este trabalho foi conduzido objetivando apresentar a descrição dos caracteres anatômicos e a determinação da densidade básica e do teor de umidade da Manilkara spp. O estudo foi realizado no Laboratório de Tecnologia de Produtos Florestais (LTPF) da Universidade Federal Rural da Amazônia, em Belém. Foram retiradas de uma prancha de madeira 26 corpos de prova de dimensões de 2x3x5 cm, devidamente orientados nos planos transversal, longitudinal tangencial e longitudinal radial, para a descrição anatômica. Para a determinação da densidade foi utilizada a Norma ABNT NBR 11941, e o teor de umidade foi determinado pelo método de pesagem das massas seca e úmida. A maioria das características observadas macroscopicamente neste trabalho, foram semelhantes às encontradas em literatura. Os valores de densidades da amostra variaram de 0,871 a 0,912 g.cm-3, sendo a média entre as amostras de 0,887 g.cm-3. O teor de umidade inicial (TUi) o qual estava contido na madeira quando esta estava na serraria variou de 34,84 a 42,15 %, e o valor médio de 39,60 %. As características anatômicas estão estritamente relacionadas com as propriedades físicas, e estas, por sua vez, influenciam diretamente nas propriedades mecânicas da madeira. Devido ao valor de densidade alto, a Manilkara spp é classificada como madeira pesada, sendo indicada principalmente para a construção civil.