64263
Favorite this paper

Objetivou-se com este trabalho estimar a idade e a taxa de crescimento de T. guianensis e T. glauca por meio do estudo dos anéis de crescimento e diferenciar as duas espécies através dos caracteres anatômicos da madeira. O estudo dos anéis de crescimento e anatômico da madeira foram realizados com amostras ao nível do peito (1,30 m acima do solo) com espécimes ocorrentes nos municípios de Vila de Beja e Jacundá. O estudo dos anéis de crescimento demonstrou que ambas as espécies apresentam camadas de crescimento distintas, individualizados por zonas fibrosas tangenciais, diferindo apenas quanto ao espessamento da parede. Quanto às análises de estimativa de idade, as árvores mais velhas de T. guianensis e T. glauca foram provenientes de Vila de Beja, com maior número de anéis 22 e 27 respectivamente, quando comparadas com as árvores localizadas em Jacundá. Ambas as espécies apresentaram maiores taxas de crescimento no município de Jacundá. Com base nos caracteres anatômicos da madeira, ambas as espécies apresentam características de lenho que podem contribuir na distinção das mesmas como: coloração da madeira, espessamento das fibras nas zonas fibrosas, arranjo dos vasos, tipo de parênquima e textura de porosidade.