Favorite this paper

Os adesivos poliuretanos são muito utilizados nas indústrias de colagem de madeira, por possuírem características favoráveis para tal, como cura rápida, não emissão de formaldeído, possuírem alta resistência mecânica e à umidade, além do baixo custo em relação a outros adesivos. Porém dependem de produtos derivados do petróleo, logo, tornou-se interessante estudos de adesivos derivados de matéria-prima renovável, como o adesivo poliuretano à base de mamona. Este trabalho teve como objetivo avaliar o desempenho de diferentes adesivos poliuretanos na linha de cola da madeira de eucalipto. Utilizou-se madeira de Eucalyptus sp., nas dimensões de 40 cm de comprimento, 5 cm de largura e 2,5 cm de espessura. Foram utilizados três adesivos poliuretanos: bicomponente à base de mamona, Desmodur E26 e Desmodur XP2665, com gramatura de 250 g/m2. Realizou-se a prensagem das juntas de madeira por 24 horas, a frio, utilizando uma prensa manual com 12 kg/cm2 de pressão. Foi determinado a resistência ao cisalhamento na linha de cola e a porcentagem de falha na madeira, na condição seca. Para a resistência ao cisalhamento na linha de cola, o adesivo à base de mamona diferiu estatisticamente dos adesivos Desmodur XP2665 e Desmodur E26, apresentando baixa resistência. Os adesivos Desmodur XP2665 e Desmodur E26 apresentaram maiores percentuais de falha da madeira, em relação ao adesivo à base da mamona. Esses fatos se devem, principalmente, à alta viscosidade do adesivo à base de mamona.