61384
Favorite this paper

A madeira se destaca na sociedade tendo sua aplicação em diversas utilizações, inclusive na construção naval, prática que já vem sendo utilizada a muitos anos. Na região Amazônica, as embarcações são fonte de renda e de vida e utiliza-se principalmente a madeira como matéria-prima. Assim, o conhecimento tanto anatômico quanto os das propriedades físicas das madeiras utilizadas é de fundamental importância, pois possibilita o emprego adequado de cada espécie. Nesse contexto esse trabalho teve como objetivo identificar e caracterizar a estrutura anatômica além de determinar a densidade e as retratibilidades da madeira das espécies utilizadas na produção de barcos, no município de Marabá-PA, contribuindo para a sustentabilidade da atividade. O material lenhoso foi coletado durante visita aos estaleiros, a identificação e a caracterização das madeiras foram realizadas no Laboratório Ciência e Tecnologia da Madeira da Universidade do Estado do Pará Campus VIII Marabá, A partir das amostras coletadas foram confeccionados corpos de prova para análise das propriedades físicas. Foram identificadas oito espécies sendo de quatro famílias distintas e algumas espécies diferentes são comercializadas pelo mesmo nome popular. As espécies mais utilizadas foram Caryocar villosum e Apuleia leiocarpa. Foram fornecidas características anatômicas e físicas que são uteis para a distinção dessas madeiras, prática que pode contribuir para reduzir o comércio ilegal na região, além de promover a melhor utilização da matéria-prima.