63944

DENSIDADE A GRANEL E CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA DO LÍNTER DE ALGODÃO Gossypium hirsutum L.

Favorite this paper

A busca por materiais oriundos de fontes renováveis mostra a gradativa preocupação com a sustentabilidade e o meio ambiente. O línter de algodão é constituído por fibras curtas, 2 a 3 mm de comprimento, que existem na superfície da semente e contém mais de 90% de celulose, se destacando como um potencial resíduo lignocelulósico para obtenção de produtos com maior valor agregado como polpas celulósicas. O presente trabalho teve como objetivo caracterizar quimicamente o línter de algodão e sua densidade através de parâmetros como: densidade a granel, umidade, teor de cinzas, lignina insolúvel, holocelulose e alfacelulose. O línter de algodão apresentou baixa densidade a granel (38 kg.m-3), baixo teor de cinzas (1,63) e baixa lignina (8,76). Por outro lado, os teores de holocelulose e alfacelulose foram elevados (71,63% e 65,72%, respectivamente). Resultados esses que conferem ao línter um potencial em produzir polpas celulósicas de boa qualidade.