64085

CARACTERIZAÇÃO FÍSICA DA MADEIRA DE TACHI, PROVENIENTE DO SEGUNDO CICLO DE MANEJO EM FLORESTA AMAZÔNICA

Favorite this paper

A indústria tende ao uso de poucas espécies produtoras de madeira, essa seletividade pode ser explicada pela escassez de trabalhos científicos que caracterizem e indiquem o uso de espécies florestais amazônicas e/ou pelo tradicionalismo empregado na produção industrial. No segundo ciclo de corte do projeto de manejo experimental na Flona do Tapajós, observou-se uma grande mudança na nova composição vegetal quando comparada a cobertura original da área. Este estudo visou caracterizar as propriedades físicas da madeira de Tachigali chrysophylla Poepp. & Endl., para posteriormente compará-las com as características de espécies utilizadas pelo mercado e indicar a possível utilização dessa espécie como alternativa a outras. Para os ensaios coletaram-se toras da base de três árvores. A madeira de T. chrysophylla apresentou densidade aparente de 0,718 g/cm³, sugere-se a utilização como madeira de esquadrias para fabricação de portas, venezianas, caixilhos, assim como para uso temporário em andaimes ou pontaletes.