61538

Caracterização da evolução microestrutural do compósito de lignina kraft extraída da madeira

Favorite this paper

A ciências e tecnologia da madeira, tem apresentado diversos novos matérias utilizando resíduos da indústria de polpa de celulose. A lignina kraft é um dos exemplos que podemos citar, a qual é extraída do licor negro kraft utilizando resíduo da indústria de madeira, apresentando excelentes propriedades na produção de aromáticos, adesivos e como substituo fenólico em resina. Portanto para o estudo da caracterização da evolução microestrural foi processado um compósito de lignina kraft e tungstênio. O metal de tungstênio é utilizado em diversas aplicações, no setor nuclear apresenta uma boa resistência mecânica e uma excelente seção de choque com nêutrons térmicos. O objetivo deste trabalho é analisar a evolução microestrutural do compósito metálico-orgânico usando a lignina kraft extraída da madeira como matriz, realizar análises de microscopia eletrônica de varredura (MEV), espectro de energia dispersiva (EDS) e difração de raios-X (XRD). As análises mostraram a morfologia do compósito, formação das fases alfa (α) e beta (β) e ausência do processo de oxidações após os tratamentos térmicos. Os resultados poderão serem aplicados na confecção de um receptáculo para transportar radiofármacos.