Favorite this paper

A alta geração e baixa utilização de resíduos de madeira intensificam a problemática ambiental de gerenciamento de resíduos sólidos, além de representar uma perda significativa de energia. Objetivou-se neste estudo apresentar a produção de pellets e briquetes como alternativa para o aproveitamento energético de resíduos de biomassa. No Brasil, a contribuição de fontes renováveis de energia é de cerca de 80%, com 9% de biomassa compondo esse cenário. Dentre as possibilidades de aproveitamento de resíduos de biomassa, pellets e briquetes apresentam inúmeras vantagens em relação à madeira in natura, desde a simples facilidade em transporte e armazenamento, até a maior quantidade de energia concentrada em um mesmo volume. A possibilidade da utilização de misturas de resíduos não lignocelulósicos às biomassas convencionais mostra-se como tendência, visto que ao mesmo tempo em que há um aumento da demanda de resíduos madeireiros em diversos setores, há uma maior oferta de rejeitos.