61295

AVALIAÇÃO DA SECAGEM DE TORAS DE Eucalyptus urophylla EM TEMPERATURAS ELEVADAS

Favorite this paper

O objetivo deste trabalho foi avaliar a velocidade de secagem de toras de Eucalyptus urophylla a altas temperaturas e a influência da presença ou ausência de casca e do diâmetro da madeira na velocidade de secagem em diferentes temperaturas. Utilizaram-se toretes de Eucalyptus urophylla com 60 cm de comprimento, em três classes diamétricas: 8-12 cm; 12,1-16 cm e 16,1-20 cm. Os toretes foram submetidos à secagem em estufa com circulação forçada de ar, na presença ou ausência de casca em cinco temperaturas: 50, 75, 100, 125 e 150ºC. Determinou-se a massa e a umidade inicial de cada torete e com pesagens periódicas acompanhou-se a perda de água, encerrando o processo de secagem quando os toretes de madeira atingiam a umidade de 20%. Conclui-se que o aumento da temperatura promove a redução do tempo de secagem, sendo significativo o efeito do diâmetro na secagem. Na secagem das toras de eucalipto em temperaturas superiores a 100ºC, o efeito da casca não foi significativo.