61354

AVALIAÇÃO DA MADEIRA DE Erisma uncinatum Warm. FRENTE A TESTE DE USINAGEM

Favorite this paper

As florestas brasileiras são internacionalmente reconhecidas por sua diversidade e riqueza de espécies de fauna e flora. A madeira de nossas espécies nativas apresenta características diferenciadas e, de acordo com estas variáveis, podem ser inseridas em diferentes setores do segmento madeireiro. O presente trabalho refere-se à avaliação da qualidade da madeira de Erisma uncinatum Warm., vulgarmente conhecida como Cedrinho. A madeira analisada foi obtida no mercado madeireiro e passou por uma série de avaliações no Laboratório de Processamento Mecânico da Madeira (LPM/DPF/UFRRJ), obedecendo à norma ASTM D 1666-8, visando caracterizar sua trabalhabilidade. Essas avaliações visam analisar e classificar a madeira após aplicação dos testes nos seis corpos de prova, que possuem dimensões de 30 x 12 x 2,5 cm de comprimento, largura e espessura respectivamente, avaliando o surgimento da qualidade e de possíveis defeitos em decorrência da realização dos testes. A madeira de Cedrinho apresentou boas características quanto ao aplainamento e lixamento, bem como excelente aceitação da inserção de pregos, mas mostrou- se ruim para furação e rasgo, o que pode ser fator determinante para as indicações de seu uso. Através da análise de resultados, pode-se inferir que a madeira de Cedrinho é adequada para ser utilizada para fins em que haja o emprego de pregos e em processos produtivos no qual se utilize da plaina desempenadeira. Também, o emprego de lixa para acabamentos, respondendo positivamente às avaliações propostas, tais como o seu emprego em portas, venezianas, parte interna de móveis e lâminas.