63935

AVALIAÇÃO DA DETERIORAÇÃO DE PAINÉIS AGLOMERADOS PRODUZIDOS COM LIGNOSULFONATO EM CONDIÇÕES DE CAMPO

Favorite this paper

Atualmente o lignosulfonato tem sido utilizado para inúmeras finalidades, dentre as quais se destaca a produção de adesivos. Sua utilização como adesivo deve-se a presença do fenol em sua constituição química, o mesmo utilizado na produção de adesivos de origem petroquímica. Além disso, ele é constituído em sua grande maioria por lignina que é um composto natural das plantas e pouco se sabe sobre sua degradação no ambiente. Desta forma, este projeto tem como objetivo avaliar a deterioração de painéis aglomerados produzidos com lignosulfonato. Foram confeccionados corpos-de-prova provindos de painel comercial e de painéis produzidos no laboratório com três temperaturas de prensagem (140ºC, 160ºC e 180ºC). Os ensaios de deterioração foram realizados em quatro ambientes distintos (sob o solo, fora do solo, soterrado e a pleno sol) durante sete meses. A avaliação da deterioração foi realizada aplicando-se um sistema de notas, onde o estado sanitário das amostras foi definido em função do grau da deterioração. Constatou-se que a temperatura de prensagem e as características de cada ambiente afetaram distintamente a deterioração. De maneira geral, as amostras provindas de painéis prensados à 160ºC foram-se significativamente mais duráveis frente à deterioração, quando comparadas às demais. Por outro lado, as amostras provindas de painéis comerciais submetidas à deterioração fora do solo, e as oriundas de painéis prensados a 180ºC expostas no ambiente soterrado, foram as mais deterioradas em comparação às demais.