Favorite this paper

A formação dos anéis de crescimento no lenho das árvores está intimamente relacionada às condições ambientais e ao clima. Estudos dendrocronológicos em regiões tropicais e subtropicais são importantes para melhor compreensão de fenômenos climáticos, como El Niño e da dinâmica das florestas. O objetivo deste estudo foi determinar a cronologia das árvores de S. parahyba, e sua relação com o fenômeno El Niño, na Amazônia Peruana. Foram utilizados quatro indivíduos de S. parahyba, provenientes do departamento de Madre de Dios – Peru, dos quais foram coletadas quatro amostras radiais do tronco de cada indivíduo, pelo método não destrutivo, utilizando-se uma sonda Pressler. As amostras passaram por polimento para melhorar a visualização dos anéis de crescimento, e posteriormente a mensuração da largura dos anéis. Para a sincronização da largura dos anéis, foi utilizado o programa estatístico COFECHA, e para gerar a série mestre da cronologia foi utilizado o programa ARSTAN. Os quatro indivíduos apresentaram uma idade de 07 anos. Observou-se uma diminuição considerável na largura dos anéis nos anos 2009 e 2015, essa redução pode estar relacionada aos eventos mais severos do El Niño. A espécie apresenta anéis de crescimento distintos, caracterizados pela presença de parênquima marginal e zonas fibrosas. O que evidencia um ótimo potencial dendrocronológico, confirmado pela intercorrelação (0.75) da largura dos anéis de crescimento entre as árvores.