COMPOSTOS FENÓLICOS, CAROTENOIDES E CAPACIDADE ANTIOXIDANTE DE FRAÇÕES HIDROFÍLICA E LIPOFÍLICA DA POLPA E ÓLEO DE BURITI

Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Detalhes
  • Tipo de apresentação: Pôster
  • Eixo temático: Métodos Analíticos Aplicados em Alimentos
  • Palavras chaves: capacidade antioxidante; compostos fenólicos; carotenóides;
  • 1 Universidade Federal do Mato Grosso
  • 2 Universidade Federal de Mato Grosso

Por favor, faça o login para assistir o vídeo

Entrar
Resumo

O Cerrado é um complexo vegetativo que dispõem de grande diversidade biológica, em razão disso muitas frutas do Cerrado podem ser ricas em compostos bioativos, destacando-se o buriti (Mauritia Flexuosa L.), uma espécie de palmeira pertencente à família Arecaceae. O fruto é rico em compostos bioativos, como vitaminas, antioxidantes, ácidos graxos insaturados e fibra alimentar. Este estudo tem como objetivo avaliar a capacidade antioxidante, teor de carotenoides e compostos fenólicos totais em relação aos extratos lipofílicos e hidrofílicos da polpa e óleo de buriti. Foi realizada a extração do óleo com o solvente éter de petróleo pelo método de Goldfish. Em relação a capacidade antioxidante pelo método de ABTS, tanto o extrato hidrofílico do óleo (1535,35±12,69 µmol Trolox/100g) quanto o extrato lipofílico do óleo (974,19±112,62 µmol Trolox/100g) apresentaram valores superiores aos extratos da polpa (908,28±27,61 µmol Trolox/100g para o extrato hidrofílico e 381,31±488,549 µmol Trolox/100g para o extrato lipofílico). No entanto ao avaliar os principais compostos de cada extrato observou-se que o conteúdo de carotenoides foi maior no óleo devido a concentração destes compostos na fração lipídica (92483,7±3156,6 µmol Trolox/100g de óleo e 11215,2±694,9 µmol Trolox/100g de polpa) enquanto o conteúdo de compostos fenólicos do óleo apresentou-se inferior (10,57±0,16 mg ácido gálico/100g) ao da polpa (256,87±2,64 mg de ácido gálico/100g), o que pode ter ocorrido devido a uma degradação térmica dos mesmos durante o processo de extração do óleo e a baixa afinidade destes compostos com o solvente extrato, éter de petróleo. Tanto o óleo quanto a polpa apresentaram-se ricos em carotenoides, porém houve uma concentração dos mesmos no óleo de buriti, ocorrendo o inverso quando avaliado os compostos hidrofílicos como os compostos fenólicos, os quais apresentam-se em maior quantidade na polpa de buriti, ainda assim observa-se que quando avaliada a capacidade antioxidante, os maiores valores são encontrados no óleo, tanto na fração hidrofílica quanto na fração lipofílica do mesmo.

Questões (4 tópicos)

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Autor

Geiza Sousa

Obrigada, fico feliz que gostou

Ynara da Costa Fonseca

Parabéns pelo trabalho maravilhoso!
Autor

Geiza Sousa

Muito obrigada
Autor

Geiza Sousa

Muito obrigada
Autor

Geiza Sousa

Obrigada, feliz que gostou
Autor

Geiza Sousa

Iremos fazer ainda as análises de flavonoides e ácidos fenólicos