AVALIAÇÃO DO PERFIL QUÍMICO DAS SEMENTES DE ARATICUM (Annona crassiflora Mart.) UTILIZANDO ESPECTROMETRIA DE MASSAS POR PAPER SPRAY

Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Detalhes
  • Tipo de apresentação: Pôster
  • Eixo temático: Métodos Analíticos Aplicados em Alimentos
  • Palavras chaves: Annonaceae; Compostos bioativo; Aproveitamento de Resíduos;
  • 1 Universidade Federal de Minas Gerais
  • 2 Universidade Federal de São João del-Rei - Campus Sete Lagoas
  • 3 Universidade do Estado de Minas Gerais
  • 4 Universidade Federal de São João del Rei MG / Universidade Federal do Oeste do Pará
  • 5 Departamento de Alimentos / Faculdade de Farmácia / Universidade Federal de Minas Gerais

Por favor, faça o login para assistir o vídeo

Entrar
Resumo

Araticum (Annona crassiflora mart) é um fruto típico do Cerrado Brasileiro. Além de seu sabor e aroma característicos, o fruto se destaca pela presença de compostos bioativos os quais são relacionados a benefícios a saúde humana atuando como antioxidantes, dentre outras funções. A polpa representa cerca de 50% do fruto e apesar de ser a porção mais consumida, estudos mostram que a casca e as sementes, que são tratadas como resíduos agroindustriais, também apresentam características relevantes como a elevada capacidade antioxidante e atividade antibacteriana. Desta forma o objetivo deste estudo foi investigar o perfil químico das sementes de araticum afim de avaliar a potencialidade do seu uso. Os frutos maduros foram coletados em fevereiro de 2020 de uma matriz na região de Sete Lagoas. Foram realizadas a higienização e a separação manual das sementes. Para a análise do perfil químico, as sementes foram trituradas e o extrato foi preparado por meio de extração com metanol. Posteriormente o extrato foi avaliado empregando-se espectrometria de massas utilizando ionização ambiente por paper spray nos modos positivo (+4,5kV) e negativo (-3,5kV) de ionização, com posterior fragmentação dos íons detectados. Foi possível identificar compostos pertencentes a diferentes classes. Foram identificados alcaloides como anonaina e lisicamina, que são comumente presentes na família das Annonaceaes e possuem correlação com atividade anticâncer, tripanocida e antiplasmódica. Também foi possível identificar compostos da classe dos flavonoides como rutina e [quercetina+hexose+pentose], relacionados à prevenção de doenças crônicas não transmissíveis. Assim, os compostos bioativos encontrados nas sementes de araticum sinalizam o seu potencial de uso na indústria alimentícia, viabilizando também o aproveitamento integral do fruto, a potencialidade dos bioativos presentes além de minimizar a geração de resíduos.

Questões (8 tópicos)

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Autor

Ana Luiza Coeli Cruz Ramos

Muito obrigada!
Autor

Ana Luiza Coeli Cruz Ramos

Muito obrigada!
Autor

Ana Luiza Coeli Cruz Ramos

Ola Geiza, muito obrigada!!
Autor

Ana Luiza Coeli Cruz Ramos

Muito obrigada Laiza!
Autor

Ana Luiza Coeli Cruz Ramos

Muito obrigada!
Autor

Ana Luiza Coeli Cruz Ramos

Muito obrigada!
Autor

Ana Luiza Coeli Cruz Ramos

Muito obrigada!
Autor

Ana Luiza Coeli Cruz Ramos

Muito obrigada!!