13226

CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA DA CORTIÇA DO CERRADO BRASILEIRO

Favorite this paper

Neste trabalho objetivou-se caracterizar quimicamente a cortiça de Kielmeyera coriacea (pau santo). Utilizaram-se cascas de 16 árvores, com classe diamétrica entre 4 a 10 cm e altura total de 4 a 10 m, provenientes de povoamentos nativos localizados na região de Luminárias – MG. A determinação da composição química da cortiça foi realizada através de adaptações de métodos para análise química quantitativa para madeira. Os valores médios encontrados para os extrativos totais, suberina, lignina, polissacarídeos e cinzas foram de 24,6%, 20,6%, 25,9%, 28,0% e 0,90%, respectivamente. Concluiu-se que a composição química da cortiça de Kielmeyera coriacea é similar a composição química da cortiça de Quercus suber mundialmente comercializada.