10550

CARACTERIZAÇÃO ENERGÉTICA E MECÂNICA DO CARVÃO VEGETAL DO HÍBRIDO (E. camaldulensis x E. grandis) x E. urophylla

Favorite this paper

Híbridos de eucaliptos são desenvolvidos anualmente visando o aprimoramento da matéria prima para produção energética. O conhecimento sobre as características energéticas destas novas progênies melhoradas, juntamente com a determinação da propriedade mecânica do carvão vegetal produzido, auxilia na escolha de novos clones. Nisto, selecionou-se um clone de alta produtividade em um programa de melhoramento genético, com idade próxima de 6 anos, utilizando três arvores para os testes. As carbonizações foram conduzidas em um forno de resistência elétrica, com temperatura máxima de carbonização de 400ºC, velocidade de carbonização média de 0,5ºC/min e tempo de carbonização de uma hora. Foram determinados a densidade aparente do carvão, análise imediata, rendimentos gravimétricos em carvão e resistência à compressão paralela às fibras. Verificou-se um rendimento de 35% e densidade aparente de 0,35g/cm³. Quanto a análise imediata, o teor de carbono fixo foi de 81,14%, enquanto que para materiais voláteis e cinzas obteve-se média de 17,77% e 1,09% respectivamente. A resistência e o módulo de elasticidade à compressão paralela às fibras do carvão foram, em média, de 8 MPa e 316 MPa, respectivamente. O híbrido estudado apresentou alto teor de carbono fixo, densidade adequada e alto rendimento em carvão, enquanto que a resistência mecânica está dentro dos valores encontrados, todavia, o aumento da temperatura final de carbonização pode vir a aumentar significativamente o valor desta propriedade.