Favorite this paper

INTRODUÇÃO

Atualmente existe uma vasta gama de aplicações estruturais do OSB, como por exemplo, no uso de revestimento na construção habitacional apresentando melhor desempenho com relação a outros materiais (PINTO, 2001).

A madeira utilizada na construção está sujeita, assim como outros materiais de estrutura, á risco de incêndios. A tendência a entrar em combustão depende da espécie, da temperatura aplicada, do teor de umidade, fonte de calor, duração da exposição, tamanho e forma da madeira, densidade e detalhes construtivos (PINTO, 2001).

A densidade do painel esta diretamente ligada com a sua resistência mecânica, ou seja, quanto maior a densidade do painel, maior será a sua resistência mecânica (KELLY, 1977). Contudo, uma densidade alta pode diminuir, por vezes, a resistência física do painel. É possível reduzir os riscos de incêndio considerando as características do material utilizado.

Pode se avaliar o comportamento dos materiais, ou elementos construtivos, quando submetidos a ensaios de resistência, quando expostos a condições de incêndio a fim de avaliar seu comportamento quanto à estabilidade, estanqueidade, e isolamento térmico. Os critérios a serem atendidos variam dependendo da natureza do material utilizado. O objetivo deste trabalho foi determinar o comportamento de resistência ao fogo de painéis OSB de diferentes densidades.