ESTUDO NATURALÍSTICO DE DIREÇÃO BRASILEIRO (NDS-BR): DA CONCEPÇÃO AOS PRIMEIROS RESULTADOS

Vol 2, 2023 - 162812
Artigo Científico
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

Os estudos naturalísticos de direção se destacam internacionalmente como uma metodologia para a obtenção de indicadores do desempenho da segurança viária associados à tarefa real de condução por meio da instrumentação de um veículo e monitoramento da rotina de condução do participante. O objetivo deste artigo é descrever o desenvolvimento de uma plataforma de coleta de dados naturalísticos de baixo custo como parte do primeiro Estudo Naturalístico de Direção Brasileiro (NDS-BR), bem como relatar os principais resultados obtidos considerando as diversas aplicações do estudo para a investigação de fatores de risco. Foi possível coletar dados de 32 condutores e 1.002 viagens, incluindo 381 horas de condução e 9.444 km de distância percorrida na cidade de Curitiba e sua região metropolitana. O NDS-BR se destaca como uma iniciativa de baixo custo para a investigação de comportamentos de risco de excesso de velocidade e engajamento em tarefas secundárias durante a condução.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Instituições
  • 1 Universidade Federal do Paraná
  • 2 Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • 3 Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba
  • 4 Observatório Nacional de Segurança Viária
Eixo Temático
  • 3. Tráfego Urbano e Rodoviário
Palavras-chave
Fatores de risco; Velocidade; Uso do telefone celular ao volante; Plataforma de Coleta de Dados Naturalísticos; Indicadores do desempenho da segurança viária