TENDÊNCIA TEMPORAL DA MORTALIDADE POR CÂNCER DE BOCA E DA COBERTURA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Vol 2, 2022 - 163599
Relato de Pesquisa
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

O câncer oral é, usualmente, diagnosticado tardiamente comprometendo a qualidade de vida dos indivíduos ou os levando ao óbito. A maioria dos casos ocorre em homens acima dos 40 anos com baixa escolaridade e renda, sendo inegável a importância de uma rede pública de atenção à saúde com ampla cobertura da atenção primária com vistas a favorecer o diagnóstico precoce.

Objetivos

Verificar a tendência temporal da mortalidade por câncer de boca, no estado do Rio de Janeiro e da cobertura da Estratégia de Saúde da Família (ESF) e de Equipes de Saúde Bucal (ESB).

Metodologia

Estudo ecológico com análise de tendência temporal da mortalidade por câncer de boca, entre 1999 a 2018 e da cobertura da ESF e ESB, no período de 2002 a 2018, no Estado e Regiões de Saúde. Utilizou-se a regressão linear generalizada de Prais-Winsten no cálculo das tendências para o Estado, cada região de saúde, sexo, faixa etária e localização do tumor.

Resultados

Tendência de mortalidade por câncer de boca decrescente, no Estado e nas regiões Metropolitana I e II. Nas demais regiões de saúde foi estacionária. As tendências dos óbitos em homens, das faixas etárias 40 a 59 anos e 80 anos ou mais foram decrescentes. Na localização do tumor houve tendência decrescente entre óbitos por Outras Partes e Partes não especificadas (C06, CID10) e uma tendência crescente na mortalidade por câncer de Base de língua (C01, CID10). A cobertura de ESF, com exceção das regiões Baixada Litorânea e Norte, e a cobertura da ESB, com exceção das regiões Metropolitana II e Norte, tiveram tendência crescente.

Conclusões/Considerações

O câncer de boca é sensível à prevenção e detecção precoce, análises da tendência de mortalidade possibilitam avaliar a organização da rede de atenção à saúde para o controle desse agravo. Tendências de mortalidade estacionária ou crescente sinalizam a dificuldade em garantir que os tumores iniciem o tratamento em estadios iniciais.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Eixo Temático
  • Eixo 03 - Sistema Único de Saúde: desafios persistentes e perspectivas