SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA DENGUE NO MUNICÍPIO DE SALVADOR-BA DE 2014 A 2021: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Vol 2, 2022 - 163506
Relato de Experiência em Saúde Coletiva
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

A análise das notificações de dengue no município de Salvador foram realizadas no mês de maio de 2022.

Objeto da experiência

Analise da situação epidemiológica da dengue no município de Salvador-BA de 2014 a 2021.

Objetivos

Analisar os casos notificados de dengue no município de Salvador, através do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) durante o estágio extracurricular de enfermagem no Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde de Salvador (CIEVS SSA).

Metodologia

Estudo realizado no CIEVS SSA. Os casos de dengue notificados no Sistema de Informações de Agravos de Notificação (SINAN), foram analisados a partir dos critérios de raça/cor, sexo, faixa etária, evolução, classificação e local de maior incidência da doença. Foram construídos gráficos e tabelas a fim de demonstrar o contexto epidemiológico da doença.

Resultados

Dos 49.540 casos notificados, 12.154 (24,5%) foram descartados, 28.793 (58%) inconclusivos, 8.190 (16,5%) confirmados e 403 (0,81%) ignorados/branco. O maior número de casos notificados foi 2020 com 12.052 (24,3%). A febre foi frequente em 21.014 casos (24,5%) seguida de mialgia 17.250 (20,1%). A maior frequência foi em mulheres 19.936 (53,7%), e a faixa etária de 20 a 34 anos 12.057 (32,52%). A raça/cor foi a variável com maior incompletude (25.014 casos; 67,4%).

Análise Crítica

Observa-se uma elevada frequência de casos inconclusivos no sistema de informações. A maior frequência de casos ocorreu nos indivíduos de raça/cor preta/parda em idade reprodutiva acentuando a vulnerabilidade desse grupo. As mudanças da ficha de notificação ao longo do tempo não permitiram uma análise mais completa dos sinais e sintomas. Apesar da pandemia da COVID-19, o ano de 2020 foi o que registrou o maior número de notificações.

Conclusões e/ou Recomendações

A análise do perfil da dengue em Salvador deve contribuir para o fortalecimento das ações de monitoramento e vigilância em saúde. Uma das ferramentas para essa contribuição são os sistemas de informações os quais devem ser capazes de garantir a obtenção e a transformação de dados em informação. Recomenda-se a qualificação dos dados nos sistemas para um melhor monitoramento das doenças e agravos de notificação compulsória como a dengue.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Eixo Temático
  • Eixo 02 - Desafios e caminhos para (re)construção do Brasil e o papel das políticas sociais