PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA ENTRE IDOSOS COM MULTIMORBIDADE, MUNICIPIO DE SÃO PAULO, 2015

Vol 2, 2022 - 162875
Relato de Pesquisa
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

As Doenças Crônicas não Transmissíveis são apontadas como problema de saúde pública. Seus efeitos negativos são potencializados na presença de duas ou mais doenças crônicas simultâneas, caracterizado como multimorbidade. Praticar atividade física (AF) pode trazer benefícios saúde. Contudo, existe uma lacuna na literatura sobre os diferentes domínios da AF entre idosos com multimorbidade

Objetivos

Estimar a prevalência de atividade física entre idosos com multimorbidade e a associação com as características sociodemográficas

Metodologia

Estudo transversal que utilizou dados do Inquérito de Saúde de São Paulo de 2015 e que possui amostragem representativa de indivíduos do município de São Paulo. Informações de 681 indivíduos que relataram possuir ≥60 anos de idade e multimorbidade, foram utilizados. Para extrair os domínios de AF (lazer, ocupacional, transporte e doméstica) utilizou-se o IPAQ versão longa. Avaliou-se as diferenças de ativos na AF (≥150 minutos/semana) em cada domínio segundo a faixa etária, sexo, raça/cor, situação conjugal, escolaridade, ocupação e renda per capita. Estimou-se Razões de Prevalência (RP) múltipla ajustando por sexo, faixa etária e escolaridade, por meio da regressão de Poisson

Resultados

Prevalência de ativos: AF-doméstica 50,0%; lazer 17,7%; deslocamento 15,1%; ocupacional 11,1%. AF-lazer foi associada a raça/cor não branca (RP=1,56 IC95% 1,03-2,36); escolaridades 4-7 anos (RP=2,06 IC95% 1,20-3,56) 8-10 (RP=2,46 IC95% 1,45-4,19) ≥11 (RP=2,47 IC95% 1,64-3,73). AF-ocupacional: faixas etárias 70-79 anos (RP=0,41 IC95% 0,22-0,78) ≥80(RP=0,04 IC95% 0,01-0,33); masculino(RP=1,91 IC95% 1,15-3,20); escolaridade 8-10 anos(RP=2,00 IC95% 1,16-3,44). AF-doméstica: faixas etárias 70-79 anos(RP=0,79 IC95% 0,68-0,91) ≥80(RP=0,52 IC95% 0,37-0,73); masculino(RP=0,46 IC95% 0,35-0,60); escolaridades 4-7 anos(RP=1,22 IC95% 1,01-1,48) ≥11(RP=0,71 IC95% 0,53-0,97). AF-deslocamento sem associação

Conclusões/Considerações

O comportamento de ativos em cada domínio é baixa entre os idosos com multimorbidade, necessário o encorajamento em todos os domínios de AF. Além disso, nota-se que as desigualdades sociais também se manifestam entre a população idosa com multimorbidade e praticante de AF, dificultando o alcance na equidade para atingir as recomendações e favorecer a saúde.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Eixo Temático
  • Eixo 10 - Saúde Coletiva e a interação entre suas três subáreas disciplinares