CONFORMAÇÃO DE DIRETRIZES DE CURADORIA PARA GARANTIR A QUALIDADE DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE PÚBLICA: PROPOSTA DE CONSCIENTIZAÇÃO UTILIZANDO OS PRINCÍPIOS FAIR E FACT.

Vol 2, 2022 - 160702
Relato de Pesquisa
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

A pesquisa de informação em Saúde pública por padrão no âmbito acadêmico não costuma envolver iniciativas de confirmação de autenticidade e bom reuso de seus dados. É importante que as diretrizes de Curadoria passem a ser apreendidas pelos agentes destas pesquisas (cientistas e comunicadores), arriscando a perda de potencial de espelhamento de realidade dos dados analisados em caso contrário.

Objetivos

Visa-se condensar os mais adaptáveis princípios de Curadoria de dados, objetivando a conscientização do público acadêmico e comunicacional sobre os requisitos de qualidade de ambos os dados provenientes e alicerçantes da pesquisa científica em Saúde.

Metodologia

Faz uso da pesquisa de campo e bibliográfica para colher e definir princípios frequentemente associados ao campo da Curadoria de dados. Utiliza fontes de dados internacionais afim de discernir e comparar os termos em inglês “stewardship” e “curatorship” com o consensuado conceito em português: “Curadoria”. Identifica na literatura pesquisada dois acrônimos que sintetizam os esforços cotidianos vivenciados na prática pelos autores e podem ser representativos do esforço como um todo, são eles: FAIR e FACT (as siglas traduzidas significam, respectivamente: Encontrabilidade, Acessibilidade, Interoperabilidade e Reutilizabilidade; e, Equanimidade, Acurácia, Confidencialidade e Transparência).

Resultados

Identifica-se desconhecimento das diretrizes de Curadoria de dados e dos benefícios ligados à execução deste serviço. A conscientização geral, por meio dos acrônimos identificados no curso desta investigação, pode ser uma alternativa para que o público entenda que a pesquisa em Saúde precisa abranger diretrizes não só no âmbito da obtenção e uso de seus dados, mas também em seu acesso e publicização. As siglas apresentadas demonstram o tratamento que abrange todo o processo entre a produção, o uso e a disseminação destes dados em questão. Evidencia-se, assim, que deve haver estabelecimento de relação direta ente essa atenção aos fluxos (ou boas práticas) e ao próprio conceito de Curadoria.

Conclusões/Considerações

A disseminação de material baseado nos acrônimos FAIR e FACT mostra-se uma medida eficiente para educar sobre a manutenção de dados em Saúde e seu potencial informativo (destacando a devida atenção aos marcos legais e éticos necessários para a efetivação deste potencial). Esta pesquisa evidencia a importância da publicização destas diretrizes para todos os usuários de informação em Saúde, seja para os que informam ou para os que são informados.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Eixo Temático
  • Eixo 12 - Informação, Comunicação e Saúde: diálogos sobre novos cenários e desafios para a Saúde Coletiva